Pilates e os benefícios para a mãe e a criança

Pilates e os benefícios para a mãe e a criança

Pilates na gestação é possível fazer.

O número de interessados em fazer Pilates tem crescido bastante. Porém, assim como tudo, há exceções ou cuidados a serem tomados. No caso de mães grávidas as precauções são ainda maiores, afinal, como as aulas e as técnicas de Pilates trabalham bastante com alongamento, flexibilidade, força, consciência corporal, relaxamento e respiração, todo esse exercício exigindo demais do corpo como um todo e de uma região muito alterada, durante a gravidez, a região muscular do abdômen.

Pilates na gravidez é possível fazer.
Pilates na gravidez é possível fazer.

Claro, que as grávidas não precisam ficar triste ao ler isso. Pelo contrário, é possível fazer sim, mas antes de tudo é necessário passar por um médico ver as suas condições e se não trará nenhum prejuízo durante a gestação, por exemplo, na postura corporal, já que essa região já é bastante alterada durante esse período. Estando tudo certo, as aulas de Pilates na gravidez estão liberadas.

Pilates ajuda a mulher grávida?

Isso mesmo, apesar de ter uns contras, a prática do Pilates, por outro lado, ela pode ajudar muito a mulher grávida em dois aspectos e são eles: a contração dos músculos abdominais e do assoalho pélvico, dois lugares que com a gestação a tendência é ficarem mais flácidas. Somado a isso, como muitos exercícios são realizados na “posição de quatro”, onde se apoia normalmente os dois joelhos, as duas mãos ou cotovelos, tornando essa posição ideal para aliviar a pressão sobre as costas e bacias, outras regiões que sofrem muito durante a gravidez, uma vez que as costas da mulher tende ir para trás, de modo a se equilibrar melhor e aliviar o incomodo das costas. Algo que pode ser trabalhado com o Pilates.

Para a criança, o Pilates pode ajudar e muito. Mesmo não fazendo aula, afinal como a mãe trabalha a postura nas aulas, de certo modo, essas técnicas usadas acabam sendo um ótimo auxílio ao bebê a se movimentar na direção certa para a hora do parto.

Algumas dificuldades de fazer Pilates na gravidez  

Obviamente, que não será como uma aula normal.  A mãe que está esperando o bebê, precisa ter consciência de que as técnicas do Pilates, como já foi dito, atua muito com a região muscular do abdômen e da região pélvica da pessoa. No caso da mulher gestante, ambas as regiões são aquelas que sofrem bastante alterações, elas são mais alongadas para comportar o crescimento da criança. Porém, mesmo com essa adversidade não será problema, será necessário fazer apenas um esforço a mais durante as aulas. Tudo que com o tempo de rotina não ajude o corpo a se adequar a essa nova fase.

Algumas aulas são específicas para gestantes.
Algumas aulas são específicas para gestantes.

Vale dizer, que mulheres que nuca fizeram, o recomendado é evitar de fazer esse tipo de exercícios que exigem de uma parte do corpo bastante alterada, devido a gravidez, e além disso seu corpo não está acostumado com essas atividades e movimentos específicos. Contudo, se quiser fazer um teste, faça movimentos que forcem a região pélvica e abdominal, se não sentir incomodo, então não se preocupe que dá para fazer Pilates na gravidez.

Mas se você é daquelas que quer fazer, para se sentir bem, ter saúde, vale uma conversa com o professor da sua situação, que ele irá fazer alguns exercícios com mais cuidado e que não forcem muito aquela região mais utilizada durante as aulas. Fazendo isso, não terá problemas.

Comentários no Facebook